6 VANTAGENS DE USAR BRETELLE

6 VANTAGENS DE USAR BRETELLE

10 de setembro de 2020 0 Por Flavio Menezes

Você pode até estranhar o visual dele, mas que o bretelle traz ótimas vantagens ao seu corpo e pedal, isso ele traz. Diferente da clássica bermuda de ciclismo, essa vestimenta veio do mundo do triatlo e road para as MTBs e até para aqueles passeios pela cidade. E você deve saber o porquê os bretelles conseguem fazer muitos ciclistas mudarem de ideia sobre ele.

A cara é de maiô, mas ele é feito mesmo para pedalar. Sim, o bretelle tem um visual que se parece com roupa de banho ou aquelas roupas de lutadores de luta livre, estilo wrestling. Porém, fato é que essa peça de roupa de ciclismo foi desenvolvida para melhorar o seu pedal.

Quer saber algumas boas razões para usar um bretelle daqui em diante? Então, confira este post com 6 dicas do melhor que ele oferece aos seus passeios e treinos em qualquer terreno!

1. O BRETELLE GARANTE UM AJUSTE MAIS FIRME NO CORPO

Diferente da bermuda, em que o ajuste se dá apenas com um elástico na cintura, o bretelle vem com, basicamente, dois “pontos de apoio”. E eles dão muito mais firmeza no ajuste em seu corpo.

O primeiro apoio são as alças. Parecidas com suspensórios, essa parte da peça se apoia sobre os ombros e consegue dar muito mais firmeza ao conjunto. Isso porque ao invés de a roupa ser segura pela cintura, ela fica 100% apoiada pelas alças.

O segundo ponto de apoio do bretelle é logo ao final da peça, na parte das pernas. Bretelles básicos têm qualidade superior às bermudas básicas, então, a maioria tem material bastante elástico, como se fosse uma bermuda de compressão. Assim, a peça não escorrega ou fica folgada.

O bretelle é ótimo para quem já emagreceu, mas ainda tem um pouco de gordura na barriga, pois ajuda a reduzir a cintura e disfarçar a famosa barriguinha.

2. É MUITO CONFORTÁVEL

Usar um bretelle é como sair de uma bike de garfo rígido e ir direto para uma full suspension. Essa analogia não é à toa, pois, a marca das bicicletas sem suspensão é o impacto das “pancadas secas” contra o solo. Já nas full, a suavidade com que elas passam por buracos é o que ajuda no conforto e te livra de muitas dores.

Agora, imaginando o bretelle, ele traz um conforto extra em relação às bermudas. Com design anatômico, forro espesso, poucas costuras e pontos de pressão ao corpo mais justos, ele traz a sensação de pedalar com aquela roupa que você mais gosta de usar.

3. TEM FORRO DE MELHOR QUALIDADE

Os forros de um bretelle são feitos com espuma de alta densidade e com o diferencial de ter tecido antibacteriano. Essa união de uma espuma “mais dura”, mas, nem por isso desconfortável, e um tecido preparado para a região do corpo, vão além do conforto e durabilidade. Elas diminuem o risco de lesões e assaduras.

E esse combo vale muito a pena, mesmo que você faça pedais esporádicos ou só aos finais de semana. Já que, na bike, todo o seu peso está concentrado basicamente no selim, fazendo com que a área receba muita pressão.

Ter um forro com espuma de maior qualidade e que não acumule mau cheiro e micro-organismos, é um benefício e tanto à sua saúde.

 

Créditos: Dataro Sports

4. GARANTE MAIOR DURABILIDADE

Uma vez que a qualidade do forro e do tecido que formam o bretelle são de melhor qualidade, não seria uma surpresa descobrir que a peça tem alta durabilidade. Logo, sempre é bom colocar isso em mente antes de decidir por uma bermuda ou bretelle.

As modelagens de bretelles têm pouquíssimas costuras — muitas nem os têm, pois, contam com tecnologias que “selam” a malha ao forro, de um jeito que elas ficam “invisíveis”.

Também, vale reforçar que a durabilidade está ligada ao uso e, nesse ponto, o bretelle é uma peça projetada para aguentar muito uso intenso. Além disso, ele evita o problema da deformação do forro — algo comum em vários modelos de bermudas.

5. COM UMA CAMISA EM CIMA, FICA “INVISÍVEL”

Não precisa achar que você ficará “ridículo” pedalando de bretelle pelas ruas, estradas e trilhas. A peça pode ser camuflada como uma bermuda para pedalar, com uma coisa que não é segredo a nenhum ciclista: uma camiseta.

Basta colocar uma camisa de ciclismo ou outra que você use para pedalar, por cima da peça, que ninguém vai ver as alças que sustentam a peça em seu corpo. Assim, você poderá ficar tranquilo caso se sinta desconfortável com.

A outra dica é que quanto mais escuro o tom da camisa, melhor ela vai esconder o bretelle por baixo, uma vez que as roupas de ciclismo têm tecidos finos. Ou seja, usar uma camisa branca pode mostrar as alças — bem de leve — por baixo.

6. HÁ MODELOS PARA MTB, ROAD, TRIATLO E FEMININOS

No mundo da bike, nada melhor do que aquelas peças e vestuários feitos para cada categoria de pedal. Assim, você terá o passeio ou treino perfeito com um item que realmente foi produzido para um determinado fim.

O bretelle segue um padrão refinado em relação à maioria do vestuário de ciclismo, pois traz, mesmo em seus modelos básicos, modelos para MTB, ciclismo de estrada, triatlo e para mulheres.

Como cada modalidade acima exige uma performance diferente, elas colocam você em posição uma distinta uma da outra. Quanto aos bretelles femininos, é essencial que as peças sejam anatômicas. Assim, nenhum desconforto ou lesão de pele aparecem para atrapalhar.

Com tantas vantagens, vai ser difícil não reparar em um bretelle quando você visitar a loja mais próxima ou acessar o e-commerce de bikes. E essa espiada não vai ser mais com dúvidas, e sim, com muitas certezas de que você pode apostar na peça, pois essa roupa vai surpreender você, positivamente.

Fique por dentro das melhores dicas para pedalar cada vez mais. Curta e siga nosso FacebookInstagramYouTube e Twitter!