Adam Yates sai da Mitchelton-Scott e se junta à Ineos

Adam Yates sai da Mitchelton-Scott e se junta à Ineos

25 de agosto de 2020 0 Por Flavio Menezes

Adam Yates deixará a Mitchelton-Scott após sete anos na equioe australiana para correr pela Team Ineos – boato agora confirmado.

Havia rumores de que o britânico estaria em negociações com a equipe britânica WorldTour, mas agora a Ineos anunciou oficialmente a notícia na tarde de sexta-feira (21 de agosto).

 

 

Em um comunicado à imprensa da equipe, Sir Dave Brailsford disse: “Estou muito feliz que Adam finalmente se juntou à equipe. Parece que o momento é certo, pois ele entra no auge de sua carreira e embarcamos em uma nova era com o nome Ineos Grenadiers.

“Como uma equipe global com um coração britânico, o caráter britânico realista de Adam se encaixa perfeitamente. Ele sabe como vencer e sua abordagem corajosa, determinada e resiliente são exatamente os atributos que procuramos promover à medida que montamos a nova Ineos Grenadiers para ser construída com propósito”.

A mudança de Yates significará a saída de seu irmão gêmeo Simon, que esta semana estendeu seu contrato com Mitchelton por mais dois anos.

Adam disse: “Estou extremamente entusiasmado com a perspectiva de correr para uma equipa britânica.

“Eu testemunhei a ascensão do ciclismo no Reino Unido durante minha carreira e acho que isso foi estimulado pelo sucesso dos pilotos britânicos e desta equipe. É uma oportunidade empolgante e sinto que chegou na hora certa.

Apesar de seguirem caminhos diferentes para se tornarem profissionais, os irmãos participam da mesma equipe no nível WorldTour desde 2014, quando ambos se juntaram a Orica Greenedge.

Yates começou o ano de uma forma tremenda, vencendo o UAE Tour, antes de ser cancelado devido à pandemia global.

A mudança faz com que a Ineos traga um novo talento de escalada britânico para ir ao lado de nomes como Geraint Thomas, visto que Chris Froome saiu da equipe para correr pela Israel Start Up Nation.

Yates se juntará à equipe como outro líder da classificação geral no Grand Tours.

Embora ele não tenha nenhuma vitória geral em Grand Tours (corridas de três semanas) como seu irmão Simon, ele ganhou a camisa branca de melhor jovem piloto no Tour de France, juntamente com uma variedade de corridas por etapas de uma semana.

O escalador continuou: “Meus resultados em corridas de uma semana e corridas de um dia têm sido realmente sólidos, mas gostaria de levar essa consistência para as corridas do Grand Tour com a Ineos e ver onde isso me leva.”