Cinco ciclistas pegos no doping durante o campeonato brasileiro de MTB 2020

Cinco ciclistas pegos no doping durante o campeonato brasileiro de MTB 2020

18 de janeiro de 2021 0 Por Flavio Menezes

Mesmo em ano de coronavírus o ciclismo brasileiro é destaque negativo pelo controle antidoping. O campeonato brasileiro foi realizado no final de outubro (dia das Bruxas) na cidade de Mairiporã em São Paulo. Destaque claro para Danilas Ferreira, atual campeã brasileira de ciclismo de estrada.

 

Danilas Ferreira, campeã de ciclismo de estrada 2019 | Foto Luis Claudio Antunes CBC

 

Os fiscais da ABCD colheram efetuaram coleta de sangue de diversos ciclistas e cinco foram suspensos provisoriamente pela presença de substância proibida. Cabe recurso e todos ciclistas podem recorrer da decisão ao TJD.

  • Amanda Stefani Castro Correa – Oxandrolona e metabólitos
  • Fábio José dos Santos – Menfertamina
  • Danilas Ferreira da Silva – Enobosarm (Ostarine)
  • Hugo Eduardo Faria – Anastrozol e metabólito de Clostebol
  • Remerson Geraldo Neri – EPO (Eritropoetina), Exemastano, Clomifeno

O resultado não altera o pódio das categorias, visto que o melhor resultado entre os desclassificados foi um quarto lugar.

Relação das substâncias dopantes e suas funções:

Anastrozol: É utilizado no tratamento de câncer, que diminui o nivel de estrógeno no sangue. Em homens aumenta os níveis de testosterona, modulando o metabolismo hormonal.

Clomifeno: O citrato de clomifeno aumenta produção endógena de androgênio. Assim alguns atletas utilizam o clomifeno para máscarar o uso de anabólicos androgênicos.

Clostebol: É um esteroide utilizado como agente cicatrizante que diminui o período de cura.

Enobosarm: Remédio que atua nos receptores de androgênio, que atua na atividade muscular com ação anti-catabólica, diminuindo a degeneração muscular.

Eritropoetina: É um hormônio que controla eritropoiese, aumentando a produção de células vermelhas no sangue, melhorando o transporte de oxigênio para os músculos.

Exemastane: Remédio utilizado no tratamento de câncer, que diminui o nivel de estrógeno no sangue. Em homens aumenta os níveis de testosterona, modulando o metabolismo hormonal.

Menfertamina: O Sulfato de menfertamina é uma droga de ação inotrópica que atua como estimulante no sistema nervoso central.

Oxandrolona: Este esteroide anabolizante é um fármaco derivado da testosterona, utilizado com objetivo de ganho muscular.

 

Matéria reproduzida do site pelote.com.br