Eddy Merckx afirma que Van der Poel pode vencer o Tour se focar em provas de estrada

Eddy Merckx afirma que Van der Poel pode vencer o Tour se focar em provas de estrada

5 de maio de 2020 2 Por Flavio Menezes

Maior ciclista de todos os tempos afirma que, com dedicação, jovem holandês pode vencer uma grande volta

 

Do alto de seus 74, Eddy Merckx, a maior lenda do ciclismo, acredita que, com a devida dedicação, o jovem holandês Mathieu van der Poel pode vencer qualquer competição na estrada, incluindo grandes voltas como o Tour de France. O argumento do ciclista mais vencedor de todos os tempos faz sentido:

“Ele vai ficar em desvantagem nas montanhas contra escaladores como Pogacar ou o Bernal, mas se Geraint Thomas pode vencer um Tour, Van der Poel também consegue”, afirmou o belga em uma recente entrevista ao jornal Het Nieuwsblad.

Nos últimos anos, Van der Poel tem mostrado uma incrível versatilidade. Além de vencer etapas de competições e provas clássicas, ele é três vezes campeão mundial de cyclocross e ainda bate guidão em alto nível no MTB XCO, andando de igual para igual com lendas como Nino Schurter.

Com o adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio, onde ele disputaria a prova de MTB XCO, Van der Poel pretende focar os esforços de sua temporada participando do Tour e da Vuelta, ainda em 2020. As competições recentemente receberam novas datas de realização, com o Tour começando no final de agosto.

“Tenho em mente correr o Tour e a Vuelta. Faz sentido com as novas datas do Tour e com o cancelamento dos jogos. Tenho que ver com o patrocinador e talvez tenha que reduzir meu calendário de cyclocross”, afirmou Van der Poel em uma recente entrevista à uma rádio holandesa.

Se estas participações se concretizarem, já que a França continua em quarentena por conta da Covid-19, Van der Poel deve manter seu foco em vitórias de etapas, não na classificação geral. Para levar a amarela ou a vermelha, ao menos segundo Merckx, o atleta precisaria focar em melhorar suas habilidades na estrada, melhorando sua velocidade nas escaladas.

“Ele teria que focar mais em provas de estrada e menos no MTB”, afirmou o lendário ciclista.