Rota da Luz – Por Dori Godoy

Rota da Luz – Por Dori Godoy

17 de setembro de 2019 9 Por Flavio Menezes

Olá amigos ciclistas!

 

Segue um resumo da minha experiência na Rota da Luz, mesmo sendo indescritível a sensação  de conquistar esse caminho,  vou descrever o caminho da maneira técnica, porque a emoção  de fazer esse caminho, só quem faz saberá  descrever com suas palavras essa experiência  vivida… Já fiz 7 vezes esse caminho e cada vez uma sensação  diferente e paisagens  deslumbrantes  ..Vale muito a pena !!!

 

1° vez: Fizemos  em 7 pessoas, todos já tinham uma boa experiência  no pedal, realizamos em 3 dias, 2 na ida pela rota  e voltando em 1 dia pela Dutra.

 

2° vez: Fiz meu próprio desafio de concluir a Rota em um  dia. Saída de Ferraz de Vasconcelos  as 04h30min da manhã e chegada  às 19h em Aparecida, pelo caminho com estratégia  de poucas paradas somente  para lanche.

Obs: O psicológico  tem que está  muito bom, porque se não, a pessoa desiste, além do preparo  físico.

 

3° vez: Fomos  em 7 pessoas formadas  de outros grupos. Também  realizamos em 2 dias, com pernoite  em Redenção  da Serra, onde  é concluída a maior parte da Rota com 135 km aproximadamente.

 

4° vez: Realizei  novo solo em 2 dias, dormindo em Redenção  seguindo no dia seguinte mais 85 km até  Aparecida  e voltando de ônibus.  .

 

5° vez: Fomos em 2 ciclistas, sendo a primeira vez do colega que realizou sua vontade de fazer a Rota, após  essa experiência  já  fez mais 2 vezes.

 

6° vez:  Fomos  em 3 ciclistas, onde  um colega fez 3 vezes e o outro 2 vezes.

 

7° vez: Concluímos em 20 ciclistas e um carro de apoio em 2 dias, sempre na mesma base de tempo e pernoite em Redenção  da Serra na pousada Paraíso, escolho esse ponto para parada porque  é onde  concluímos  a maior parte pesada do pedal,  até  esse ponto há  muitas subidas.

 

É com grande  satisfação  que conto um pouco da minha experiência  na Rota  da Luz.

 

Em dois dias o pedal é pesado,  para passeio com iniciante o ideal  é de 3 a 4 dias.

 

Rota da O traçado é formado por estradas secundárias, somando 205 km que passam por nove municípios, onde a maior parte ê estrada de terra,  saindo de Mogi das Cruzes com destino a Sabauna, Luiz Carlos, Guararema, em um percurso de 27,2 km. De lá, segue por 19,9 km em direção à Santa Branca. A estrada seguinte tem 38,87 km e levará até Paraibana. Continuando por mais 30,3 km, chegará a Redenção da Serra, que está a 38,75 km de.

Taubaté. O percurso segue até Pindamonhangaba por mais 12 km. São 24 km para atingir a próxima cidade, Roseira. Deste ponto, começa a parte final do trajeto rumo à Aparecida, que está 10 km distante.

 

Um grande abraço

 

Vivam sua história, façam a Rota da Luz!

 

Dori Godoy